Quem precisa de Ellen G. White?

Ellen WhiteEllen G. White, viveu de 1827-1915, “Durante toda a sua vida escreveu mais de 5.000 artigos e 49 livros; mas hoje, incluindo compilações de seus manuscritos, mais de 150 livros estão disponíveis em inglês, e cerca de 90 em português”¹.

Apesar da alta disponibilidade e da facilidade de encontrar o material produzido pela autora, tenho encontrado/escutado cada vez mais Adventistas do sétimo dia, que olham com descrédito qualquer informação proveniente de Ellen G. White.

Antes de analisarmos esse problema, precisamos esclarecer algo muito importante:

O que chamamos hoje de “Igreja Adventista do Sétimo Dia”, é em sua origem nada mais nada menos, do que um movimento profético. Esse movimento foi anunciado por Deus através de João no livro de Apocalipse capitulo 10; O mesmo movimento caracteriza-se em Apocalipse 12 pela guarda dos Mandamentos e o Testemunho de Jesus, Testemunho esse definido em Apocalipse 19 como “Espírito de Profecia”. Através da história vemos que Deus suscitou um profeta para o tempo do fim como havia profetizado João, primeiro na pessoa de Hazen Foss, que recusara o chamado, e segundo através de Ellen White, que aceitara a missão e cumpriu a necessidade da proclamação da mensagem profética para os últimos dias (Só mais tarde, quase 20 anos depois, esse movimento devido seu crescimento organizou-se como Igreja).

Em suma, se autoproclamar Adventista, e paralelamente não crer no Dom Profético suscitado nos últimos dias, é contraditório. Demonstra falta de conhecimento da origem da própria crença e formação da própria Igreja. A incoerência chega ao ponto de alguns zombarem da própria mensagem que Deus lhes dera para proclamar! Exemplo mais comum, a Mensagem de Saúde. Enquanto os que a obedecem(Loma Linda por exemplo) desfrutam de um viver melhor, e são referencia e noticia para o mundo a fora, outros preferem zombar e viver a mercê dos ônus da desobediência. Porque tanta tolice?

Sabendo que “não havendo profecia, o povo se corrompe.” [Provérbios 29:18] Satanás trabalhará para que aumente cada vez mais esse tipo de comportamento, e assim o povo de Deus se corrompa em seus próprios caminhos e desejos, rejeitando cada vez mais o “Assim diz o Senhor”.

Quando conheci a Bíblia, e após quase 6 meses a estudando, tendo aceitado tudo que me fora apresentado neste maravilhoso Livro, havia algo que me incomodava, era “Ellen White”. Eu sabia que aceitar a veracidade de seus escritos, implicaria em uma mudança mais brusca de comportamento, isso por que em seus escritos a autora esmiúça/detalha os princípios, e mostra a abrangência dos mesmos em todo o ser. Orei a Deus, agradeci por ele ter me guiado até ali, e aceitei pela fé os conselhos que Ele, em amor, nos concedeu através de Ellen White, e você qual sua decisão?

Tempo é Dinheiro

timeismoney“Tempo é dinheiro”, ou “time is money”, acho que todos nós já escutamos essas expressões, cada segundo é visto como tempo para ganhar dinheiro e acumular riquezas, tais jargões colocam em evidencia quais são os valores que regem nossa sociedade atualmente, valores esses que se sobrepujam em detrimento de alguns outros. Assim vamos traçar alguns paralelos para analisarmos se não estamos sendo influenciados pela cultura capitalista em nossa mordomia para com Deus.

Deus nos prove uma renda(das mais variadas formas) a qual devemos ser fiéis administradores, dessa renda é sabido da maioria de que devemos devolver a décima parte(dizimo) e reservar uma outra parte para as ofertas. Após ler a palavra de Deus, me questionei diversas vezes se deveria utilizar os meus pouco menos de 90% da renda que Deus me fornece, com alguns entretenimentos e diversões que não implicariam na salvação de almas, esse é um ponto que exige oração e dialogo com Deus para tomar-se um rumo certo. Mas um ponto inquestionável é que o Dizimo do Senhor não deve ser tocado, porque quem não da o dizimo, “rouba a Deus”, assim dificilmente nos vemos em uma situação na qual gastamos ou somos tentados a gastar a décima parte com futilidades, comprando uma camisa do Brasil por exemplo, hoje a cerca de R$250.

Lembre-se, tempo é dinheiro, e da mesma forma que Deus nos pede a décima parte de nossa renda, Ele nos pede a sétima parte da nossa semana, inquestionavelmente deveríamos zelar por esse tempo e dedica-lo totalmente ao Senhor e os propósitos do Reino. Esse tempo sagrado é que distinguirá o Seu povo dos demais, se nos misturarmos nas mesmas diversões durante as horas sabáticas estaremos sendo indiferentes a ordem divina que diz “Lembra-te do dia de Sábado para santificar”.

Em um tempo em que esta na moda a “Caça aos Fantasmas do Farisaísmo”(assunto para outro post), deixo claro que o intuito desse post não é dividir os sabatistas entre os que assistem e não assistem jogos de futebol, pois nossa obediência é um bem para nós mesmos, nossas obras simples consequência de nossa fé e nossa Salvação é inteiramente pela Graça de Cristo.